O PROFANADOR - EDDY VOMIT
"Pensar em demasia é sofrer em constante agonia"
Textos
EDDY VOMIT - MEMÓRIAS DE UM NIÍLARQUISTA!!!

ABRIL DE 1973.
Neste ano nascia uma criança diferente, uma criança que sempre achou que tudo e todos estavam errados inclusive ela mesmo. Filho de pais nordestinos, Eddy já nasceu problemático, sua saúde era frágil e ele logo com menos de 1 ano de vida ficou entre a vida e a morte numa UTI do Hospital Fernandes Figueira no Aterro do Flamengo, Estado do Rio de Janeiro, o mesmo onde nascera há quase um ano atrás. Reza a lenda que sua mãe desesperançosa, achava que o baby iria morrer, mas que uma rezadeira disse que esta criança iria sobreviver e fazer algo diferente neste mundo nem que este diferente não fosse notado por ninguém. A profecia estava certa e a criança sobreviveu! O anos 70 eram a época do Regime Militar no Brasil e a ditadura perseguia e prendia quem não se adequasse as suas leis impostas e por isso vários movimentos artísticos foram criados na época como por exemplo a Tropicália que queria resgatar o Antropofagismo de Mario de Andrade, Oswald de Andrade & Tarsila do Amaral que em 1922 causaram estardalhaço ao criarem a Semana de Arte Moderna no MAN de São Paulo inaugurando assim o movimento Antropofágico que visava destruir a dependência europeia que a arte brasileira tinha naquela época, A Tropicália faria o mesmo sendo uma releitura do mesmo. Jornais como o Pasquim discursavam elementos da politica nacional sendo muito de seus jornalistas tinham sido presos pela Ditadura por enfrentarem os militares, enfim., foi neste clima conturbado que Eddy nasceu...



1978:

Com apenas 5 anos Eddy era uma criança retraída e quase não conversava com ninguém, passava o dia vendo Tv, seus programas favoritos eram a Vila Sésamo e Sitio do Pica-Pau Amarelo onde o menino ficava horas na frente da Tv extasiado. Sua mãe já o achava estranho, e seu pai parecia perceber que Eddy era diferente.

ENTRE 1979 & 1983:

Naquele ano de 79, Eddy fez uma viagem ao Ceará com sua família e a viagem que naquele foi de automóvel era regada a musicas de Fagner e Zé Ramalho, onde a criança já começava a se identificar com a boa MPB, tanto que pedia pra seu Pai ligar o rádio para ele continuar a ouvir as belas canções. A musica começou a tomar conta de Eddy que no inicio dos anos 80 começou a conhecer o Rock n' Roll com seus amigos. bandas como Scorpions, Iron Maiden e ACDC, começaram a fazer parte de seu cotidiano....A leitura também começou a interessa-lo .desde pequeno Eddy apanhava uma cadeira e apanhava algum livro na pobre biblioteca da família que possuía poucos livros, mas que para o menino, era uma viagem ao mundo desconhecido. Assim Eddy ia formando seu caráter, com musica e com livros...Em 1983, foi um ano inesquecível para ele, ele ganhou um Atari (vídeo game famoso na época), também ganhou uma fita de James Taylor e um vinil dos Beatles na qual o menino passou a escutar dia e noite. Nascia uma paixão pela musica, outra paixão que nascia era o futebol, vascaíno até hoje, Eddy foi pela primeira vez n Maracanã em 1984 na final do Campeonato Brasileiro entre VASCO X FLUMINENSE ( O jogo terminou 0x0 e o Flu foi campeão)....Nascia outra paixão que durou uns anos, mas que sumiu após Eddy se tornar niilista convicto.

ENTRE 1984 & 1990:

Eddy morava em Olaria, bairro da zona norte carioca e tinha vários amigos que naquela época eram amigos de verdade e não virtuais como hoje, os desenhos animados e as brincadeiras eram reais, tudo com muito alegria e bagunça, claro que rolava desavença entre as crianças, principalmente nos Colégios, mas era tudo diferente, era mais humano. Os anos se passaram e Eddy lia cada vez mais, primeiro começou a ler gibis, depois revistas e depois livros, ele ainda não tinha noção de títulos ou de estilos literários, mas algo dentro dele dizia que eles deveria escrever algo. E em 1987 ou 88, depois de ganhar uma maquina de escrever, Eddy fez um conto de terror na qual ele nem lembra mais o nome, mais que falava sobre castelos e ratos e também vampiros...Nascia ali um triste escritor!!!! O rock nacional estavam em voga nos anos oitenta e Eddy claro foi na onda e se tornou fá de bandas como Legião Urbana, Titãs, Plebe Rude e Ira entre outras.Também passou a curtir o pop rock internacional de nomes como Michael Jackson, Madonna, Cindy Lauper & Bonnie Tyler, gostos que até hoje perduram....

ENTRE 1992 & 1997:

Esse tempo foi um dos mais loucos na vida de Eddy Vomit, naquela época ele conheceu Chris Vomit e logo começaram a namorar, ambos jovens e roqueiros ferrenhos, tinham muitas amizades e frequentavam shows de rock por toda parte no Rio de Janeiro, o casal assistiu muitas banda nacionais e internacionais, tais como Pantera, Ramones, Skid Row, Guns N Roses, Faith No More, Alice in Chains, Sex Pistols, Sepultura entre muitas outra. Eles chamaram um amigo de infância de Eddy chamado Cesar Grind e dai em janeiro de 1994 formaram o HELL VOMIT, banda que até hoje é lembrada por sua agressividade e rapidez sendo uma das pioneiras do Grindcore no Brasil, além de ter sido uma das poucas até hoje que colocavam uma mulher urrando nos vocais, O Hell Vomit causou impacto na cena underground carioca e logo começaram convites para show a e entrevistas em vários cantos da cidade. A formação era a seguinte: Eddy Vomit (guitarra & vocais), Chris Vomit (baixo & Vocais) & Cesar Grind (bateria)....Essa banda chegou a tocar para 500 pessoa num show em Caxias onde a casa veio abaixo. Em 1997 a banda lança sua demo tape intitulada "VIDA DE CÃO" com seis faixas, a repercussão foi imediata, naquele tempo, Eddy era quem respondia as centenas de cartas recebidas de todo mundo, neste intercâmbio, o Hell Vomit conseguiu distribuir cerca de 2000 cópias de sua demo tape para os 4 cantos do mundo, muitos zines e bandas de todo mundo entraram em contato com o Hell Vomit, inclusive a banda foi ouvida no programa "Fúria Metal" do Gastão Moreira na extinta MTV onde foi elogiada pelo apresentador, revistas especializadas em rock também aceitaram bem a demo da banda, sendo que a Rock Brigade elogiou de forma direta o peso e a velocidade do Power trio....Mas, como nem tudo são flores, o Hell Vomit também passou por brigas internas que causaram a saída de Cesar Grind e em seu lugar entrou Hell Noise que fez alguns shows com a banda. O problema é que Hell Noise era baterista de uma outra banda chamada Leptospnoise e isso causo um desconforto entre as bandas que eram amicíssimas e que tocavam sempre junto, resultado, Hell Noise retornou ao Leptospnoise e Cesar Grind retornou ao Hell, mas não como antes.... Após desavenças entre os integrantes, o Hell Vomit acaba em 1998 e até hoje nunca mais tocou...Eddy Vomit tbm se separa de Chris Vomit definitivamente....

ENTRE 1998 & 2005

Esse tempo, foi um tempo de erros e acertos na vida de Eddy, ele conheceu outra mulher e foi viver com ela na qual teve 2 filhos, dando um tempo para arte com o fim da Hell Vomit, Eddy continuou escrevendo, mas não com o mesmo afinco e regularidade, pois seu relacionamento era muito conturbado e sua situação financeira precária, isso deprimia Eddy que começava a beber mais e mais. Naquela época ele chegou a frequentar faculdade, mas com a separação desta outra companheira, Eddy ficou meio desorientado e cometeu o pior erro de sua vida.....Ele largou a faculdade no sexto período e por isso até hoje paga o preço...



ENTRE 2006 ATÉ HOJE....

Naquela época Eddy conheceu sua atual companheira que vive com ele até hoje na qual também tiveram 2 filhos e como dessa vez o relacionamento entre ambos parecia ser bom, Eddy voltou a escrever. Em setembro de 2006 sai pela CBJE editora, o primeiro conto de Eddy Vomit intitulado "Pelos Caminhos do Desespero", depois deste segue-se dezenas de publicações em livros físicos e virtuais. No site Recanto das Letras, Eddy possui quase 200 textos das mais variadas vertentes, com milhares de acessos entre outros sites de literatura na qual o autor também postou e teve boa repercussão. Em 2015 ele cria um canal no Youtube chamado Underchaos que apesar da pouca exposição conseguia alguma notoriedade entre os amantes de vídeos estranhos, mas que foi banido pelo Youtube em 2018 ao não se render as leis do mesmo....Atualmente Eddy voltou a escrever com força total lançando inclusive E-BOOKS. Ele agora se dedica ao Blog "O PROFANADOR" na qual exprime sua ideias sobre a atual conjuntura mundial.....Vamos ver até onde isso vai dar. O resto é estória!!!!

Atualmente Eddy tinha criado uma conta no Facebook para divulgar suas idéias do blog "O Profanador", e pasmem, para variar a rede social o baniu logo em seguida. A censura a partir de agora só vai aumentar, eles não querem que você fale a verdade, pois a verdade vai alertar outras pessoas a enxergarem outros prismas deste mundo caótico. Eles não querem mais que você alerte, eles querem que você se cale e pronto!!!!
O site recem-criado por Eddy auto intitulado "O PROFANADOR" está evoluindo de vento em popa e já conta com maisde 30 mil acessos de diversos países em poucos meses. No Recanto das letras sua leituras já ultrapassaram a marca histórica de 50 mil e ele espera chegar logo as 100 mil com a ajuda de seus ardorosos leitores que tem um boa relação com o escritor sempre trocando ideias....





A COMPLETAR.......


 
Eddy Vomit
Enviado por Eddy Vomit em 21/10/2020
Alterado em 02/08/2021
Comentários