O PROFANADOR - EDDY VOMIT
"Pensar em demasia é sofrer em constante agonia"
Textos
ELVIS PRESLEY & MICHAEL JACKSON - A FAMA QUE LEVA A MORTE!!!

     O artista sempre busca algo que ele nunca poderá ter, o sucesso inconsequente, é um faca de dois gumes que acalanta e tritura a alma por todo tempo. A fama surreal e desequilibrada, lega aos protagonistas dores psíquicas e físicas de todas as formas. Este artigo tratará da miséria espiritual que tanto Elvis Presley quanto Michael Jacskon foram vítimas. O ser humano, pensa que suas utópicas dadívas artísticas podem lhe concerder paz espiritual por alguns momentos, é sabido que os dons genias estão muito longe de trazerem paliátivos a alma e muito pelo contrário,  trazem tortura e aflição aqueles que dela fazem parte.
       Elvis foi um prodígio, assim com Michael  Jacskon. Ambos geniais em suas artes, conheceram bem de perto os temores psicológicos que toda celebridade passa quando alcança um status de Star mundial. Ambos astros de primeira grandeza, eram brilhantes em palcos deste mundo, mas totalmente cambaleanates nos palcos da vida. Eram espíritos atordoados que precisavam de apoio e que nunca o tiveram de fato, suas áreas de escape eram as drogas lícitas e ílicitas e também musica que os libertava de seus maiores pesadelos. Tanto Elvis quanto Michael, eram seres solitários que nunca se sentiram realmente a vontade nesta terra expiatória e que por isso, sua  dádiva artística nunca conseguiu suplantar seus flagelos espirituais. Realmente eles eram infelizes em suas essências, não tinham dominio nenhum sobre suas carreiras e eram uma espécie de marionetes no teatro do show bussines. Ambos queriam liberdade, e nunca a tiveram de fato, ambos queriam a arte pela arte e nunca a tiveram de fato. Miichael obsediado por um pai diabólico que realmente o odiava e chegou a abusar sexualmente dele, criou  marcas profundas naquela criança imatura e perdida que conheceu desde cedo as mazelas humanas de ser e estas chagas perduraram perpetuamente em seu espírito sentimental ao ponto de Michael nunca querer ser um adulto e de nunca querer se encarar no espelho, pois seus traumas foram aos poucos corroendo seu espírito. Elvis era obsediado por um inescrupuloso empresário que nada de espiritual tinha e que como algoz, impunha ao artista penas imutáveis de aflição e desgraça. Elvis buscava respostas e nada encontrava criando assim um imenso vazio em seu ser que culminou em sua queda para os medicamnetos. Tanto Elvis com Michael, foram sempre perguidos por almas cruéis e por seus medos íntimos. Suas única valvula de escape era a hipocrondia excessiva que culminarou com a morte precoce, em ambos os casos, os espíritos não foram sufucientementes fortes para rasgar os véus que lhes cobriam a alma e por isso culminaram com suícidios involuntários.
          Estes artistas pagaram seus preços da pior maneira possível, tanta riqueza material apenas lhe traziam desarmonias espirituais e por isso suas misérias cresciam a medida que suas famas e rendas aumentavam. Tanto Elvis quanto Michael, escolheram a morte como subterfúgio para escaparem  deles mesmos, pois o  medo da vida desenfreada era muito pior que o medo da libertação desconhecida. Pergunta a ti caro leitor. Por onde andaram Michael e Elvis? Será que a morte lhes trouxeram paz de espírito ou aumento de aflições? São perguntas interessantes para reflexão e ponderação. Realmente a fama exarcebada é benéfica ao homem artistico? Não seria melhor uma carreira controlada à uma loucura modista sem desenlaces responsáveis? Não teriámos nós, culpa inconsciente no aumento dos flagelos deste espíritos ao alimentar o monstro da ambição e da egolatria? Fazer crêr ao homem que ele é o que nunca será, é lhe entregar a corda para uma forca involuntária. Talvez a fama e a crença em seus proprios mitos, relegaram a estes dois popstars, as faces mais duras da fraqueza humana que é a perdição entre a condição humana e a condição semi-divina. Talvez esses espíritos realmente acreditaram que eram semi-deuses pops e por isso suas mentes atordoadoas abarrotaram seus espectros lhes concedendo uma morte prematura.
       Esperemos agora, que as almas destes dois astros, encontrem a paz necessária que nunca tiveram na terra e que por este motivo, seus espíritos possam evoluir a custa de trabalhos honrosos para uma proxima existência mais tenra e menos dolorífica.
Eddy Vomit
Enviado por Eddy Vomit em 01/07/2009
Comentários