O PROFANADOR - EDDY VOMIT
"Pensar em demasia é sofrer em constante agonia"
Textos
NECROFÍLIA - A ARTE DE SE AMAR OS MORTOS!!!

Josué trabalhava no IML da cidade de P....e seu único trabalho era dar banho e vestir os mortos que ali chegavam. E nesta cidade chegavam mortos de todo o jeito que o leitor possa imaginar, uns decapitados, outros esquartejados, outros esmagados e outros degolados. Havia naquelas paragens um temor a espreita, um monstro estava aterrorizando mulheres e crianças. O psicopata de apelido Blade, estava violentando e decapitando mulheres e crianças e o pior é que ele carregava a cabeça de suas vítimas, talvez para uma exótica coleção ou até mesmo para uma farta refeição. Os rumores e as lendas sobre Blade aumentavam incessantemente. Mas Josué não estava nem ai para este infeliz, o negócio dele era foder cadaveres, quando chegava ao necrotério uma mulher recém-falecida, ele fazia a festa. Seu ritual consistia em primeiro despir a defunta e banha-la com sabonete e depois cobri-la com loções e cremes de agradável odor. Depois ele começava a lamber os pés hirtos da morta e ficava horas a chupar os dedos inertes e a subir até as coxas de suas vítimas. Após o banho de gato, Josué avançava sobre a vagina falecida e enfiava sua vil língua dentro da xaninha morta com tanta força sempre procurando o lugar mais fundo possível e o ponto G era a sua meta, na verdade ele em pleno devaneio pensava foder com uma viva e por isso a chupava com tanto tesão que dava a impressão que a morta iria até gozar. Depois do lambe-lambe, o tarado penetrava com força a buceta da defunta e ficava a fodendo com tanta altivez que o jato de porra inundava todo o útero hirto da coitada, não satisfeito, ele virava a defunta de bruços e comia o cuzinho dela por várias horas até seu pau ficar todo lanhado e ferido. Assim era a tara de Josué que dia apó dia ia fazendo seus atos necrofílicos de dar nojo a qualquer um. O cara era tão doente que as vezes ia ao velório de uma de suas vítimas só para rir dos familiares que nada sabiam da podreira que Josué tinha cometido, fingindo pesar, ele pensava em tom de ironia:

- Ontem eu fodi essa puta a noite toda, ah!! Que delícia!!!

Certo dia chegou ao IML, uma linda jovem que acabara de falecer de infarto fuminante, Josué logo que a viu teve uma ereção e jurou para si mesmo que iria raptar aquela deusa do além. Dito e feito, na madrugada daquele mesmo dia, o monstro roubou a pobre defunta da geladeira e a levou para sua cas que ficava atraz do muro do cemitério da cidade num lugar bastante isolado. Josué desde de pequeno sentia atração pelos mortos e por isso construiu a casa perto do cemitério para poder ficar perto de seus amados. Sua aparência não era das melhores, mas sua reputação na cidade era acima de qualquer suspeita, tanto que nem sequer chegaram a cogitar culpa alguma contra Josué pelo sumiço do jovem cadaver, as autoridade preferiram por a culpa em Blade aquele lunático sim, era capaz desta atrocidade, pois ele devia ser canibal e por isso levou o defunto para devorar.

Josué se apaixonou pelo cadaver. Deu até um nome para ela, Isabo, sim a bela Isabo tomava banho de formol para tentar conservar sue corpo em vias de decomposição, Josué amava Isabo e conversava com ela sempre pois ele era muito solitário e por isso encontrou em Isabo a esposa perfeita. Ele a vestia e a sentava na mesa para almoçar e depois a levava para a cama e a fodia toda a hora, em todas as posições imáginaveis e até inimagináveis. Sua preferida era a de 4, ele colocava a morta por cima de um suporte e empinava sua bunda que por sinal ainda estava grande e a penetrava com muito tesão, sua loucura era tanta que Josué não mais comia as outras defuntas e nem os defuntos também ( as vezes ele variava com homens mortos chupando o cacete falecido e enrabando os moribundos). Seu amor não tinha limites e por isso ele roubava dezenas de KG de gelo só para colocar sua amada numa banheira completamente nua para depois a foder masi ainda, mas naquela noite, Josué teria um ingrata surpresa.

Ao chegar em casa, por volta das 4 horas da manhã, Josué não achou Isabo, ele enloqueceu! Isabo! Isabo meu amor onde esta você? Gritava ele e nada de encontrar o cadaver, desesperado ele correu para o cemitério em busca de Isabo e qual não foi sua surpresa ao encontrar Isabo nua sentada em cima de uma sepultura, Em seus delírios em foi logo perguntando:

- Isabo, não mandei você sair de casa, sua piranha!

- Eu saio na hora que quiser seu maluco! - respondeu a morta

- Nunca, você deve me obedecer, sou seu marido e por isso vou te punir com chibatadas. - respondeu o louco nem se dando conta da voz da morta.

- Então Josué, você vai pagar caro por toda sua loucura e os mortos hoje vieram cobrar justiça! - disse a voz misteriosa que parecia sair da defunta.

- Isabo eu te amo e você sabe que eu nunca mais transei com ninguém além de você minha paixão!

- Basta!!! Chegou a hora da punição!!

Então por trás das sepulturas, Blade saltou por cima de Josué que não teve tempo de reagir, a luta foi rápida, Blade como era muito maior e mais forte que Josué o imobilizou rapidamente e o prendeu com algemas na posição de bruços. Blade insandecido gritou:

- Você agora vai ver como dói comer alguém a força seu viado filho da puta!!!

Blade rasgou as calças de Josué com uma faca e enfiou seu gigantesco pau na bunda do tarado que começou a gritar, Blade violentava Josué com tal fúria que o sangue já inundava todo o túmulo onde josué estava algemado, ao longe, Isabo parecia rir de tal atrocidade. Após o coito na qual Josué ficou insconsciente, Blade o acordou com tapas no rosto e o obrigou a ver a sua relação com Isabo em cima de um outro túmulo. Josué gritava alucinadamente ao ver que Blade viloentava sua amada-imortal e preferiria mil vezes estar morto ao assistir aquela cena que em sua mente pervertida ´so ele tinha o direito de fazer. Realmente Josué amava Isabo e aquele ato de necrofília era como uma facada em seu coração. Blade ápós currar e gozar sobre todo o cadaver de Isabo, decapitou-a e jogou o corpo nu e cheio de esperma numa cova rasa, ele levou a cabeça de Isabo até Josué e o obrigou a beija-la, Josué demoniacamente enfiava sua língua na boca de Isabo até não poder mais. E no grand finale, Blade decapitou Josué e levou sua cabeça junto com de Isabo para sua casa onde um quadro surrealista estava sendo montado para um filme dantesco......

Mas isso caro leitor é uma outra éstoria
.......
Eddy Vomit
Enviado por Eddy Vomit em 08/06/2009
Alterado em 30/12/2020
Comentários